Cinema de Exploitation

A melhor tradução em português para o termo seria cinema apelativo. Popular entre os anos 60 e 70, o cinema de exploitation é considerado um gênero que apresenta temas sensacionalistas, violência extrema e exagero nos efeitos especiais como forma de suprir o baixo orçamento e a falta de estrelas nos elencos. Entre outras características destes filmes, podem ser citadas: explosões, coisas bizarras, excesso de sangue, nudez feminina, abuso de drogas e sexo. Continuar lendo

Cinema Marginal

Ao contrário do Cinema Novo – movimento dos anos 60 de Glauber Rocha e Nelson Pereira dos Santos – o Cinema Marginal não possuía uma coesão interna, sendo assim, não foi reconhecido como um “movimento”. Acabou sucumbindo no início dos anos 70 devido a uma série de fatores. Um deles era a pressão dos militares, que exilaram os diretores Julio Bressane e Rogério Sganzerla, idealizadores da produtora Belair. Fora isso, havia o desinteresse do mercado exibidor e do público.
Continuar lendo

Cinema Mudo

Nos primórdios da história do cinema, os filmes não eram seguidos por uma sonoridade condizente com as imagens em desfile nas telas, mas isso não significa que eles eram partidários do silêncio absoluto. Embora fossem remotos os sonhos de sincronizar cenas dos filmes com registros sonoros próprios, os avanços tecnológicos ainda eram incipientes, não permitiam a realização deste anseio.
Continuar lendo

Cinema Noir

O Cinema Noir ou Film Noir é um estilo de filme que está associado a questões policiais. É o resultado da combinação de estilos e gêneros, que recebe grande influência do expressionismo alemão, do realismo poético francês e do neo-realismo italiano. Nos Estados Unidos, o Cinema Noir foi influenciado pela literatura de ficção policial.
Continuar lendo

Cinema Hollywood

Hollywood é um dos símbolos do poderoso cinema estadunidense.

 A cidade de Hollywood está localizada no estado da Califórnia. Trata-se, na verdade, de um distrito da grande Los Angeles, cidade que se tornou referência cultural nos Estados Unidos. Hollywood acumulou ao longo da história várias empresas cinematográficas que obtiveram repercussão mundial.