Prêmio Emmy

O Prêmio Emmy ou Emmy Awards, mais comumente chamado de ‘Emmy’, é entregue nos EUA aos que mais se destacaram no cenário televisivo. Três entidades independentes, porém interligadas, constituem este evento, que tem como objetivo escolher os melhores programas concentrados na diversão do público.
Continuar lendo

Arte grega

Continuar lendo

Kendo

O Kendo é a arte do combate com a espada, praticada não só no Japão moderno, mas também em diversos países, entre eles Coréia, Brasil, Estados Unidos – terra na qual ele se tornou muito conhecido e exercitado – e no continente europeu. Traduzindo ao pé da letra esta expressão, chega-se ao significado de ‘caminho da espada’.
Continuar lendo

Tatuagem

A tatuagem, ato de colorir a pele com pigmentos, é uma ancestral atitude de mutação física praticada em todo o planeta. Antigamente ela não tinha como propósito embelezar o corpo, mas sim sinalizar um ritual de passagem, tais como o nascimento, a chegada da adolescência, o momento da reprodução e a morte. Ela também marcava momentos significativos de uma determinada tribo ou da vida social em geral – a transformação do jovem em guerreiro, sacerdote ou monarca; o matrimônio, o sinal impresso nos prisioneiros, entre outros.
Continuar lendo

Futurismo

Em 20 de Fevereiro de 1909 foi lançado pelo poeta italiano Felippo Tommaso Marinetti, no jornal francês Le Figaro, o Manifesto Futurista. Este foi o ponta pé inicial para dar início a criação de um movimento de cunho artístico e literário denominado Futurismo. O Futurismo caracterizou-se principalmente pelo rompimento com a arte e a cultura do passado, celebrando o progresso e a tecnologia moderna, a vida urbana, a velocidade e a energia ao ponto de, os mais extremos, exaltarem as armas e a violência. Os integrantes desse estilo foram os grandes divulgadores do movimento, recorrendo a palestras e a publicidade para dar visibilidade a este estilo.  Continuar lendo

Piercings

Embora o cultivo do piercing como adorno corporal seja moda na sociedade contemporânea, esta prática de transformar o corpo físico, perfurando-o, com o objetivo de inserir fragmentos metálicos assépticos, é uma tradição que remonta há pelo menos 5000 anos na história da humanidade.

Continuar lendo

Gastronomia

A gastronomia – esta expressão nasce no grego antigo: gastros, ‘estômago’, e nomia, ‘lei, conhecimento – é uma arte que engloba a culinária, ofício de preparar alimentos; as bebidas; a matéria-prima de que se valem os profissionais para a elaboração dos pratos e, enfim, todos os recursos culturais ligados a esta criação.  Continuar lendo

Culinária – Arte e Cultura

A culinária é a arte de cozinhar ou confeccionar alimentos e foi evoluindo de acordo com a história da humanidade e possui características diferentes em cada cultura.

A culinária reflete os costumes de um povo e também se reflete em outros aspectos culturais como as religiões e a política. Não somente os alimentos, mas também os utensílios e as técnicas utilizados na culinária fazem parte de um acervo cultural particular.

De acordo com as mudanças comportamentais da humanidade, e com o advento da sociedade industrializada, com as pessoas trabalhando longe de casa e sem tempo para cozinhar e fazer suas refeições, surgiu a necessidade da comida rápida – ou fast food. Em contrapartida, com as mudanças nos costumes alimentares das pessoas também surgiram novas regras, e até mesmo leis, para a regulamentação da produção e venda dos alimentos da sociedade industrializada.

Existem outras áreas subdivididas da culinária que se ocupam de desenvolver novas técnicas de preparo e estudar a fundo as funções dos alimentos. São elas a nutrição, a dietética e a gastronomia.

No início da humanidade, antes da descoberta do fogo, os alimentos eram basicamente vegetais colhidos nas florestas e animais caçados, e estes alimentos eram consumidos crus. Com a descoberta do fogo pelo homem, a culinária mudou, e os alimentos agora cozidos contribuíram para o desenvolvimento orgânico do homem, bem como a descoberta da agricultura e da pecuária, que melhoraram não somente a qualidade da alimentação do homem primitivo como também sua quantidade e variedade.

As técnicas e utensílios culinários variam de acordo com a cultura e se adaptam à disponibilidade de ingredientes e costumes de cada povo. O primeiro utensílio culinário foi a própria mão, ainda quando se consumiam alimentos crus. Com o advento do fogo, o homem sentiu a necessidade de criar utensílios para mexer a comida, já que as altas temperaturas não permitiam o manuseio. Foi então que ocorreu a descoberta da cerâmica e a produção das primeiras panelas e recipientes para o armazenamento de água. Com a descoberta da metalurgia e de outros materiais como o vidro, os utensílios domésticos foram se adaptando e atingiram a variedade disponível em mercado hoje.

A culinária tem ligação direta com o desenvolvimento da humanidade e organização social humana, pois foi através da busca por alimento e melhora da alimentação que homem passou a se organizar em sociedade e desenvolver tecnologias.